18 de janeiro de 2010

Unidade da Língua Portuguesa - Gaffe nos Ídolos

Acabei de assistir a mais uma emissão do programa Ídolos. Até aqui nada de surpreendente. Mais uma vez gostei, foi divertido. Mas, houve algo que me deixou com um pouquinho de azia no estômago, de tal forma que me fez sair da cama, vir para o computador e perder um tempinho de sono.
Numa das actuações do concorrente Filipe ("Quero que Vá Tudo Pro Inferno", de Roberto Carlos), na parte dos comentários do Júri, um dos jurados diz esta pérola: -"Ainda bem que cantaste em português e não em brasileiro, porque o brasileiro é uma língua... ... ... ...".
Bom, é o seguinte, já não é a primeira vez (e certamente não será a última) que ouço portugueses a afirmarem que os brasileiros falam uma suposta "língua brasileira". Portugueses de todas as classes sociais, níveis educacionais e quadrantes políticos. Tenho a dizer que isso não existe! Nem os próprios brasileiros, no geral, o reconhecem, apenas pela boca de alguns portugueses. Resumindo: são os próprios portugueses que criam suspeições sobre uma hipotética divisão da sua própria língua. Incrível! De facto, num país onde é o príncipe herdeiro, futuro D. Pedro IV, que declara a independência da colónia, fonte de riqueza do seu país, é no mínimo insólito. Na restante América Latina, pelo menos foi Simón Bolívar o protagonista principal das independências na América Espanhola. Normal, tratando-se de um homem natural de uma colónia; quis a independência do seu povo. Já o paizinho de D. Pedro IV, D. João VI, foi o único príncipe a ser coroado Rei nas Américas, depois da fuga para o Brasil, actualmente apelidada de "saída estratégica"...
Eu até compreendo que apelidarem de "brasileiro" é uma forma de distinguirem os dois dialectos oficiais da língua portuguesa. Chamem-lhe português do Brasil, até mesmo português-brasileiro (coisa horrorosa e que não existe), mas não brasileiro! Trata-se da mesma língua, com as devidas e normais diferenças. O que seria do mundo se todos os países desatassem a oficializar os seus dialectos de mexicano, argentino, colombiano, venezuelano (língua espanhola); ou americano, australiano, canadiano, novo zelandês (?) (língua inglesa), etc? Um caos e uma deturpação autêntica.
Por isso, acho que é essencial um certo cuidado nestas apreciações, principalmente por parte de pessoas que estão directamente ligadas ao mundo da televisão e dos media, em geral.
Já agora, a Solange foi resgatada pelo Júri, e cantou em brasileiro.

1 comentário:

  1. Bem, parece que temos o mesmo olhar sobre as coisas, porque eu também reparei em tudo o que viste LOL

    O mais impressionante, é essa gaffe ter vindo da pessoa que veio, que supostamente é muito inteligente! Não que aparentenmente mas...

    E sim, a Solange foi salva e sim, cantou em brasileiro. Mas não, não cantou bem, melhor, nunca cantou. Safa-se simplesmente...

    A avaliação e votação neste programa são muito duvidosas :)

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)