29 de abril de 2018

April 29.


   Provavelmente, já o terei contado: em miúdo, adorava fazer anos. Não ia às aulas. Acabava sempre a almoçar com os pais num restaurante giríssimo, chiquíssimo, com todos os íssimos que possam imaginar. Recordo-me particularmente de um, o almoço dos meus dez anos. A mãe comprou-me um conjunto de roupa da marca Cenoura (pois é, estou a ficar velho), e depois fomos todos almoçar - isto é, a mãe, o pai e eu - à Adega da Tia Matilde, sempre muito bem frequentada. Não raras vezes víamos, por lá, personalidades ligadas ao mundo do futebol. Agora que penso nisso, lembro-me de que eu próprio tenho um familiar que é dirigente desportivo. Outros quinhentos.

   Os anos foram passando e o ânimo foi cedendo. Fazer anos... É mais um dia. Não, não. Não é isso que estarão a pensar. Não me incomoda envelhecer. Pelo contrário. Envelhecer dá-nos experiência, maturidade (na maior parte dos casos). Dá-nos mais capacidade de saber lidar com as adversidades da vida, com os problemas que se nos deparam. E se eu preciso dessa maturidade. Quando leio e ouço a queixarem-se da idade, geralmente aludem mais à saúde, aos problemas que lhe são uma consequência. Saúde, nunca esbanjei. Embora seja bem constituído, uma constipação manda-me abaixo em três tempo. A minha estrutura nunca foi a de um rapaz saudável. Felizmente, até à data, e embora continue a achar que irei morrer jovem - que conversa num dia de aniversário, não é? - as maleitas que me afligem vêm tendo remédio.

   De igual modo, comemorar-se aniversários faz sentido quando temos uma família unida, coesa, e a minha há muito que soçobrou a desavenças, a mortes e a separações. Como em várias famílias, de resto. São rigorosamente poucas as pessoas que me são próximas, com tendência para que sejam menos e menos.

   Continua a fazer sentido cortar o bolo, responder às simpáticas mensagens que me chegam, atender alguns telefonemas. Escrever sobre o dia. Porque sim. Porque nasci, já há alguns aninhos.

14 comentários:

  1. Parabéns querido amigo. Felicidades mil
    Também não sou do tipo que festeja meu aniversário já faz tempo.
    Mas enfim, é uma data que significa muito para cada um de nós ...
    Beijão

    ResponderEliminar
  2. Um dia feliz :)

    Grande abraço amigo

    ResponderEliminar
  3. Também não dou grande importância, há quem se admire por não pedir folga quando faço anos, é um dia como outro qualquer...

    ResponderEliminar
  4. Parabéns atrasados Mark. Espero que tenha tido um bom Domingo.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi agradável. Obrigado, Magg. :)

      Um beijinho.

      Eliminar
  5. Olá Mark.

    Muitos parabéns querido amigo (apesar de chegarem com um dia de atraso).
    Espero que tenhas tido um dia feliz.

    Continua a escrever, assim como o fazes, de forma brilhante.

    Um grande e forte abraço, amigo.

    Pedro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Pedro. És o P., presumo.

      Oh, vêm muito a tempo (os parabéns). Atrasados é que dão azar, dizem.

      Muito obrigado pelas palavras!

      Um abraço grande.

      Eliminar
    2. Sou o P. sim :)
      E nunca perco o que escreves.
      Delicio-me sempre.
      Um abraço grande
      P.

      Eliminar
    3. Fico feliz por saber que estás aí!

      Um abraço grande.

      Eliminar
  6. Parabéns atrasados, mas não menos significativos.
    Espero que tenha tido um dia agradável.

    Por um triz não tínhamos o aniversário no mesmo dia ... :)
    Uma boa semana
    Manel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, Manel. :)

      Passou-se bem, heheh.

      Ai é? Então, presumo que terá comemorado o seu aniversário no dia 28, ou hoje? Parabéns, de qualquer forma!

      Uma boa semana.

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)