8 de março de 2011

Amor d'Água Fresca



Quando eu vi olhos de ameixa e a boca de amora silvestre,
Tanto mel, tanto sol, nessa tua madeixa, perfil sumarento e agreste.


Foi a certeza que eras tu, o meu doce de uva,
E noz sobre a mesa, o amor de morango e cajú.


Peguei, trinquei e meti-te na cesta, ris e dás-me a volta à cabeça,
Vem cá, tenho sede, quero o teu amor de água fresca.


Tens na pele travo a laranja e no beijo três gomos de riso,
Tanto mel, tanto sol, fruta, sumo, água fresca, provei e perdi o juízo.


Foi, na manhã acesa em ti, abacate, abrunho,
E a pêra francesa, romã, framboesa, kiwi.





Rosa Lobato de Faria (1932 - 2010)

12 comentários:

  1. apetece-te uma salada de fruta?

    ResponderEliminar
  2. Speedy: LOL :D És demais.
    Gosto muito da Rosinha e das suas canções. (:

    ResponderEliminar
  3. Vive e sente todo o "Amor de Água Fresca".

    Força.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Paulo: Gosto muito da letra. (:
    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. Grande letra, grande música!
    Beijos Mark!

    ResponderEliminar
  6. Na verdade, gosto muito!
    Deixa-me sempre sorridente!

    Abraço,
    Ikki

    ResponderEliminar
  7. Ikki: É simples, mas complexa. (:
    Abraço.

    ResponderEliminar
  8. Caraca! que salada de frutas apreciável....
    Forte abraço!

    ResponderEliminar
  9. Que saudades da Rosinha...
    E da Dina!
    E ao ouvir a "choldra" da canção deste ano, que saudades desta canção, na Eurovisão...

    ResponderEliminar
  10. Mark, tu és o máximo! Esta é a minha música e do P!!! Mas a letra é um bocadinho diferente... cof cof

    ResponderEliminar
  11. Ro Fers: É a maior quantidade de fruta por metro quadrado. (:
    Abraço

    Pinguim: Concordo inteiramente contigo. O Festival degradou-se de uma forma impressionante... --'

    Coelhinho: Ainda bem. (: Eu adoro a letra e, já agora, a versão cantada da Dina. (:

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)