21 de maio de 2010

Sempre que chamares por mim...

Seguiste o teu caminho. Esse caminho que desejei tenebroso. A mágoa era bem maior do que a racionalidade. Hoje penso de uma outra forma. Deixaste esse passado lá atrás. É assim que deve ser. És tu que estás certo. Apenas eu guardo as memórias de períodos que julguei que mereciam ficar perpetuados em mim. Não tenho o direito de pedir que vivas esse passado da mesma forma que eu. Não olhes para trás.
Mentiria, no entanto, se dissesse que essa fotografia não causou em mim qualquer tipo de reacção. A vossa felicidade, o abraço forte que lhe deste, mostrando-a como um troféu, um prémio adquirido. Pareces tão seguro daquilo que fazes. Vive cada momento como se fosse o último. És tu que estás certo.
Mas quero que saibas que continuo aqui. À tua espera como dantes. Não hesitarei em limpar as tuas lágrimas de desilusão. Sei que acabas por voltar. Beijar-te-ei como sempre o fiz, não te negarei o abraço de conforto, a palavra que precisas de ouvir quando o presente e o futuro sou eu. Aguardo os teus passos como outrora, a tua voz sussurrando palavras que não quero ouvir. Sei que tudo é efémero para ti. Mas não te abandonarei quando esse momento chegar. Voltas como um ser inseguro, derrotado de uma guerra injusta em que vencedor e vencido lutam com as mesmas armas e sofrem as mesmas derrotas. O vencedor acaba por ser um vencido. Encarnas em ti os dois papéis e a queda tem sempre um sabor amargo. Voltas ferido da batalha e continuarei, sempre que chamares por mim, a limpar as tuas feridas, a consolar as tuas desilusões e a confortar-te dos teus pesadelos.
Podes voltar para mim e chorar. É aqui que retiras todos esses disfarces. Sufocarei essa dor que reside em ti, trazendo de novo a paz a esse campo de suplício e abandono. Levarei os teus medos para longe. Estás seguro disso.
Estarei sempre aqui à tua espera.
Sempre que chamares por mim.

4 comentários:

  1. Sempre que chamares por mim e me cativares com os teus textos, irás receber um comentário meu, a expressar a opinão fantástica que tenho acerca de cada frase que escreves =)

    ResponderEliminar
  2. Palavras como essas conseguem tocar no lado mais puro da alma...

    abraço

    ResponderEliminar
  3. A mim também não..LoL (neste momento não deves estar a perceber muito bem)
    mas eu ainda estou na parte do escolher... Mas tenho um truque, sabes? Vou passa-la a frente.

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)