11 de outubro de 2010

O Colega Simpático



Quem disse que a faculdade abre os nossos horizontes estava certo, não obstante ainda não ter descoberto se tudo é o lado positivo em si ou se, pelo contrário, também há lados negativos... Saberei com o tempo, disso não tenho dúvidas.
Bom, hoje estava eu numa aula interessante, por sinal, apesar de se escrever bastante, quando me apercebo que um dos colegas que estava atrás de mim falava distraidamente com alguém ao lado. Confesso que até me incomodava um pouco, uma vez que naquelas aulas o Professor Doutor fala muito e temos mesmo de estar atentos. A verdade é que também falo com as minhas colegas, por isso, creio que é um mal geral. No intervalo entre essa aula e a seguinte, ficámos no anfiteatro. O nosso grupo é demais. Uma das minhas colegas é o máximo. A certa altura, ela diz que uma amiga lhe disse, e passo citar (pode ferir mentes mais susceptíveis. Sinto um misto de excitação e desconforto: vou escrever uma asneira no blogue, yupi!!!), «como fazer um broche com um iogurte» (vejam o que conversam os alunos do Ensino Superior!...). Ela falou alto o suficiente para que o tal colega que estava atrás desatasse a rir. Lá começou a aula, e o colega dizia piadinhas baixinho sobre o sucedido para nos fazer rir. Sempre que eu olhava para trás, ele contemplava-me com um sorriso de orelha a orelha. E eu, que já tenho certa experiência nestes assuntos, decifrei o conteúdo do olhar...
Quando a aula acabou, senti necessidade de ir ao banheiro. Nunca utilizei um (que palavra horrível) urinol na vida. Em primeiro lugar, raramente vou a banheiros públicos; em segundo lugar, quando vou opto sempre por aquelas divisões independentes. É mais higiénico e seguro... Desta vez, as divisões estavam fechadas, logo, não tive outra opção. Adivinhem que me aparece ao lado? O colega que estava atrás na aula... Entre nós, apenas um urinol nos afastava.
-"Então, 'tás bom?" - perguntou.
-"Sim." - respondi de forma fria e simples.
-"'Tás a gostar do curso?" - continuou.
-"Hum, hum." - acenei, discretamente.
Fui lavar as mãos. Seguiu-me.
-"Epá, podemos estudar juntos. Torna-se mais fácil. És de onde?"
-"Lisboa." - respondi.
-"Que sorte. Quem me dera. Sou de Setúbal. Vais pr'ó mesmo lugar no anfiteatro amanhã?" - indagou.
-"Não tenho lugar fixo mas, provavelmente, sim."
-"Ok, não te importas que me sente ao teu lado e das tuas amigas?" - perguntou-me, receoso.
-"Claro que não. Até porque o anfiteatro não é meu." - disse, sorrindo.
Tentou apanhar-me de seguida, mas eu escapei prontamente, não deixando de avançar um pouco.
-"E se fosse?"
-"Podias sentar-te à mesma." - saí do banheiro.
E pronto, estuda-se pouco e engata-se muito. Lol Pelo menos tentam, já que eu não gosto muito disso. :)
Mas a idade (LOL) tem me ensinado algumas coisas. Nem sempre podemos ser frios e afastar as pessoas. Já o fiz em situações semelhante e, apesar de não me ter arrependido, olhando para trás, vejo que podia ter aproveitado mais. É simpático, engraçado e podemos estudar juntos. :)




Quiçá o meu post mais vulgar e banal. Mas às vezes sabe bem. :)

13 comentários:

  1. Sítio estranho para começar uma conversa lol. Mas é sempre bom ter um colega simpático e engraçado :P.

    ResponderEliminar
  2. Achei bem interessante o post, afinal a vida também é feita das coisas banais.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Olha que essas banalidades também fazem parte da vida; e há gente simples e descomplexada, que não deixa de ser simpática ao mesmo tempo.

    ResponderEliminar
  4. Só a mim é que não acontecem coisas intressantes ! ;)

    ResponderEliminar
  5. Lusoboy: Também acho que num banheiro não é o melhor sítio.
    Sim, o colega até é simpático. :)

    Juci Barros: É verdade. Eu é que não tenho o hábito de retratar as minhas coisas banais de forma tão espontânea. :) Beijos.

    Pinguim: Exacto. :) Mas eu costumo ignorar as banalidades. Assumo que até gostei da "lata" do meu colega. :)

    O meu reflexo: A mim acontecem muitas, até demais. Lol :) A ti também acontecerão, não tenho dúvidas. :)

    ResponderEliminar
  6. Hummm a faculdade está muito mudada; uma década e meia atrás na casa-de-banho falava-se de Dragon Ball e coisas assim. hehehe

    EU QUERO VOLTAR À FACULDADE!!!

    ResponderEliminar
  7. Dragon Ball na faculdade? A sério? Lol :)) Pensava que era só no colégio que falávamos disso. :)

    ResponderEliminar
  8. Ui! Também andas muito no engate ! Muito bem :P

    ResponderEliminar
  9. Nem por isso. Não ligo a engates, falo mesmo a sério. Sou é abordado. :) Mas, claro, sabe bem. :P

    ResponderEliminar
  10. ui conversas na casa-de-banho. quem te viu, e quem te vê :D

    ResponderEliminar
  11. Uma indecência, também acho. Lol :) Nem pareço eu. São os novos ares. :)

    ResponderEliminar
  12. Gosto bastante destes teus posts banais, porque é apartir das situações da nossa vida que aprendemos e ensinamos os outros.
    Concordo contigo, acho que deves avançar mais um pouco e não te afastares logo, experimenta.

    Boa sorte.

    PS: Só eu é que não tenho colegas desses. Será pela diferença de estabelecimento de ensino?

    ResponderEliminar
  13. André, vou ver no que dá e não me vou retrair. :)

    Ai, tens, tens. :) Tens aqueles teus colegas, o Boss e o Tuga que também te dão atenção. :))

    Abraço.

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)