11 de junho de 2014

Olá!


   Olá a todos! Eu sou a (...), err, não tenho nome. :( Pois é, o desnaturado do meu dono nunca me baptizou. Ele é um chato. Eu gosto dele. Às vezes, diz assim umas coisas esquisitas em voz alta quando está a estudar. Que chatice. :s Gosto de morar aqui! Mudam-me a aguinha todos os dias, dão-me banho debaixo da torneira, ai, sabe tãaaoo bem. Também me dão de comer. Eu como muito. :$ Adoro camarões e, de vez em quando, dão-me almôndegas e carne de panela, yummy! :D


   Vim para cá era muito pequenina. Não sei em que ano nasci, mês ou dia. :| A mãe do meu dono diz que fui um presente para ele, que era pequenito. Em Novembro de 1995. Disse à senhora que me deu, a babá do Mark, que não me queria porque as tartarugas morrem muito e não tinha tempo para mim! Bah, ainda cá estou, vês? :D Dou pouco trabalho. Desde que me mudem a água diariamente, mais do que uma vez no Verão, me alimentem e me deixem caminhar para tomar banhos de sol, não aflijo ninguém. (:


   Desculpem a minha cara nas fotos, mas não gosto destas coisas. Sou envergonhada, ou envergonhado? :s Pois, além de não ter nome, não sei o meu sexo. O meu dono também não sabe. Eu já o ouvi comentar que está desconfiado. Acha que sou fêmea porque leu num site que as fêmeas são maiores. Mas... os machos têm garras bastante compridas e as minhas são. :s Está num impasse. Bom, isso pouco me importa. Sou feliz à mesma. :D

   Há dias, ele mostrou-me umas fotos da tartaruga da Margarida, a Batá. Humm, fiquei louca (louco?). Aquele focinho lindo, aquele rabo que me deixou, ai, nem digo! Se formos duas fêmeas, oh, serei lésbica? Até a queria conhecer. :) O meu dono não se deve importar (aos sábados, ele põe música no quarto, baixo, porque a mãe dele sofre de enxaquecas, e dança assim 'a modos que', pois, também deve dar p'ráquele lado...). Espero que a Margarida seja liberal. :D

    Beijinhos a todos!!

36 comentários:

  1. ahhh! que linda que está!!
    finalmente, estava ansiosa por ver as fotos :)
    que gorda, gorda e linda. merece muitos - irk - beijinhos. não, isso não, festas na carapaça, sim! não fica maluca com as cócegas? a minha contorce-se toda, estica as patas traseiras e lá fica, com a carapaça empinada :D
    sou muito liberal, Mark. juntemos a tua com a minha e vais ver. será o casal mais giro da bloganimalgaysfera (inventado na hora).
    obrigada pelas fotos. :)
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esta é muito anti-social, Margarida. Totalmente inofensiva, mas odeia que lhe pegue. Vira-me a carapaça, encolhe-se, enfim, está pouco habituada a toques. Damos-lhe banho e pouco mais lhe mexemos. :)

      É enorme e tenho fotos dela pequenina. Cresceu tanto!
      Se forem de sexos distintos, abriríamos um negócio de venda de tartarugas. :D

      um beijinho.

      Eliminar
    2. sim, ainda mais que são da mesma espécie, com a risca no ouvido, oh, mas parece que a venda está proibida :(
      bem. resta o consolo de termos estes repteis por longos anos.
      são animais calmos. a minha não gosta que se lhe pegue, também. quando quer mimo, arrasta-se para os meus pés e tenta subir as pernas. já coloquei essas fotos. mas tem de ser quando quer. mas adora que lhe cocem a carapaça. como não está na natureza e não se pode coçar contra os paus, na muda da carapaça, temos que a ajudar. a batá já mudou a sua há umas semanas.
      tenho que cortar as garras à minha, também estão enormes, mas aí tenho que a levar ao veterinário. para ver se me lembro na próxima semana, quando for com a Joana.
      bjs.

      Eliminar
    3. Sim, eu li algo sobre isso. No Brasil, creio, são uma espécie protegida, terminantemente proibida para venda. É provável que cá seja igual.

      Duram cerca de quarenta, cinquenta anos, em cativeiro. A minha deve ter uns vinte, vinte e um. Há quase vinte que está connosco. Devia ter um ano ou dois.

      Nunca a levei ao veterinário. Recordo-me que ela pulava do aquário, caindo ao chão. Chegou a ganhar um "galo" num dos lados da cabeça. Felizmente, curou. De resto, é saudável. Tem muito apetite. :)

      um beijinho.

      Eliminar
    4. Vocês vão juntar os dois as vossas tartarugas para procriar? Isso fazem muito bem. Mesmo que sejam lésbicas, como dizia uma amiga minha, "até os bichinhos gostam" xD

      Eliminar
  2. Adorei ! Não faz barulho, nem incomoda ninguém. Um pet ideal... rs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem um barulho e sem incómodo algum. Como sou asmático, é o animal ideal, como referes - e bem. :)

      Eliminar
  3. parece mesmo grandinha, que fofa :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cresceu muito. É enorme, mas, 'tadinha, tem medo de tudo. :)

      Eliminar
    2. oooown, deve ser super fofa :)

      r. e saiu no meu último teste, foi das obras que mais gostei ^^

      Eliminar
  4. Mark! tudo bom?
    Muito fofos! O texto e a tartaruga. Me deu até vontade de ter uma dessas a correr pela casa.
    abração ;-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ti@go. Sim, espero que contigo também. :)

      O texto foi ela que escreveu. Eximo-me de qualquer responsabilidade por lesões causadas, ahah.

      um abraço. :)

      Eliminar
  5. muito fofinha e atrevida ahahah :D

    ResponderEliminar
  6. Divinal.
    Parece uma fábula do La Fontaine...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela é uma exímia escritora, ahah. :)

      Eliminar
  7. Eu também já tive uma coisa dessas ;), foi pelo cano abaixo xS

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que horror. :x Como assim, morreu e deitaste-a fora ou simplesmente caiu na sanita? Coitadinha. :(

      Eliminar
  8. "aos sábados, ele põe música no quarto, baixo, porque a mãe dele sofre de enxaquecas, e dança assim 'a modos que', pois, também deve dar p'ráquele lado..."
    Mark, não imaginas o que me estou a rir com esta tirada!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não lhe perdoo. Esta tartaruga excede-se nos comentários. LOL

      Eliminar
    2. Horatius, estou há 4 meses para comentar isso, e quando chego aqui vejo que me tiraste a deixa... não há direito!!!

      Eliminar
  9. Quero ser convidado para o casamento :D

    ResponderEliminar
  10. Vc foi tão meigo Mark! Que lindinho!

    ResponderEliminar
  11. Respostas
    1. Não tenho jeito para escolher nomes, ahah. Se tivesse um filho seria um dilema. x) Não queres dar uma sugestão? Lol

      Eliminar
    2. Que nome esquisito, João, ahah.

      Eliminar
    3. :)) a Batá aprova.

      aqui, Mark: http://en.wikipedia.org/wiki/Colette

      estou para ler 'chéri' há séculos, mas adio e adio...
      bjs.

      Eliminar
    4. Eu já tinha ouvido falar da escritora, mas obrigado à mesma. O que não invalida que tenha um nome esquisito, como uma portuguesa que, soube há dias, se chama "Brízida Bagina". LOL

      Pronto, fica Colette. :)

      Eliminar
    5. olá, Colette! :)

      (eu também conheço uma senhora que se chama Brízida, mas sem esse apelido. Já Magina, conheço um senhor polícia.)

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)