16 de janeiro de 2016

Completa a Frase.


    O Mikel, simpaticamente, nomeou o meu blogue para participar num desafio. Enfim, os desafios têm sido mais que muitos nas últimas semanas. Por respeito e consideração a quem mos atribui, acabo por participar. Até gosto. Já referi. É um sentimento meio despropositado, quem sabe, mas fico sempre agradecido por se lembrarem de mim. 
     Basicamente, temos de completar as frases que se seguem com, e cito, «a primeira coisa que nos vier à cabeça». Uma publicação para descontrair, que adivinho semanas jurídicas e politizadas por aqui.

Sou muito... complicado;

Não suporto... ser contrariado;

Eu nunca... me sinto verdadeiramente bem;

Já me zanguei... com algumas pessoas, e por motivos fúteis;

Quando era criança... era extremamente possessivo com os meus brinquedos, com a atenção dos adultos; embirrante, mimado e chato;

Morro de medo... de perder a razão, com a idade, ou de ficar muito só;

Sempre gostei... de ler, de escrever, de procurar saber mais;

Se eu pudesse... voltaria atrás e mudaria muito;

Fico feliz quando... o que é isso?;

Se pudesse voltar no tempo... teria convencido a mãe a tomar umas decisões...;

Quero viajar para... uma imensidão de países que não conheço;

Eu preciso... de paz;

Não gosto de ver... gente estúpida. Provoca-me ansiedade;

      Não irei passar o desafio, como é habitual. E tenho ideia de que já correu a maioria dos blogues que consta da minha lista. Quem quiser, pois que pegue, e faça. :)

25 comentários:

  1. Sempre é muito bom conhecer um pouco mais dos amigos. Percebo que temos muitas coisas em comum em nossa maneira de ser e viver a vida. Interessante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Eu gosto destes desafios. Ainda que não pareça, às vezes gosto de pouco pensar. São publicações leves, tendencialmente. E promovem certa interacção.

      Eliminar
  2. Umas quantas respostas de menino mimado, Mark.
    Eras?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Achas, Goody? :) Apenas completei o questionário com respostas sinceras. Se reparares, ser-me-ia mais fácil "dar a volta" e esquivar-me. Até me despi bastante, devo dizer.

      Era. Muito. Culpa dos pais.

      Eliminar
    2. É esse o objectivo, Mark. Ou bem que respondes de forma sincera ou não respondes.
      Ser mimado é bom, desde que não te transforme numa pessoa má, que me quer bem parecer que não és.

      Eliminar
    3. Ora bem. Aliás, nos questionários e em tudo.

      Naa, mau não sou. Quanto muito, ligeiramente amargurado.

      Eliminar
  3. E, assim ficámos a saber um pouco mais de ti ;)

    Abraço amigo Mark :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade. Não será esse o objectivo destes desafios?

      um abraço grande, amigo Francisco. :)

      Eliminar
  4. Tenho a dizer que concordo em absoluto com as duas primeiras :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando considero ter razão, sou insistente. Mas sei reconhecer os erros. :)

      Eliminar
  5. Bacana conhecer um pouco mais da vida alheia...
    Ixe, complicado e não gosta de ser contrariado... que perigo rs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É.

      Perigo algum. :) Reconheço, porém, que não sou uma pessoa simples.

      Eliminar
  6. Fico contente que tenhas aceite o desafio, Mark!
    Além de te ficar a conhecer um bocadinho melhor, achei duas das respostas muito curiosas:

    "Morro de medo... de perder a razão, com a idade, ou de ficar muito só;"

    porque haverias de perder a razão ou ficares muito só? Toda a gente gosta imenso de ti, pelo que terias sempre apoio e nunca estarias "só" no sentido lato da palavra. Acredito que estás a falar da solidão propriamente dita , aqui. Aquele sentimento tão bem nosso conhecido. :)

    "Eu preciso... de paz";

    Presumo que estejas a falar de paz de espírito, certo?

    Abraço grande :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu disse que o faria. :) Apenas espacei a publicação pelo simples facto de os desafios terem sido, como referi, "mais que muitos".

      Os medos não se explicam; sentem-se. A solidão é a solidão. Ficar-se só. Sou uma pessoa tendencialmente só, e nasci efectivamente para estar só, mas há uma solidão crónica terrível, e é essa que temo.

      Sim, de espírito, e não só.

      um grande abraço.

      Eliminar
  7. Pena não me passares o desafio (estou a brincar).

    Man... parecemos gemeos. rsrsrs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Rapaz, sente-te à vontade, leva-o e fá-lo. :)

      Com uns aninhos de diferença. :)

      Eliminar
  8. Adoro esses desafios, eu confesso! :)

    Então, acho muito difícil encontrar alguém que não seja complicado, todos o somos em algum grau ou em algum momento da vida (senão em muitos como no meu caso! ehehe). Quanto a não gostar de ser contrariado também acho que é algo que muitos de nós partilha...

    Nunca me esqueci uma vez que uma psicologa me disse que eu tinha "problemas com autoridade" e eu mais que depressa, refutei tentando justificar por diversas formas. Quando contei a Mãe o "diagnóstico"... ela vira e me diz que deveria dizer a psicologa que também não sabia receber criticas kkkk (Achei melhor calar-me depois disso).

    De qualquer forma me parece que tens feito um grande trabalho em perceber tais por menores e trabalha-los, espero que logo possa começar a encontrar a paz e a felicidade também!

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
  9. PS! Estou na lista para responder este desafio também... acho que será minha próxima postagem...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho da sua opinião, amigo. Todos somos um pouco complicados e não gostamos de ser contrariados. Quem gostará? :)

      Não sei se a resposta estará numa possível mudança de detalhes da minha personalidade; melhor dizendo, passará por aí, sim, mas por ser mais determinado, convicto.

      Faça, sim. :)

      um grande abraço.

      Eliminar
  10. Não sabes o que é felicidade?!! Na pode ser rapaz!!
    Mudarias tudo?!! Nada de arrependimentos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pode ser que ainda saiba.

      Mudaria muito, é certo.

      Eliminar
  11. Mudar tudo é muito radical... lol E os meus medos são muito semelhantes aos teus.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mudar uma parte significativa, pronto. :)

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)