16 de fevereiro de 2015

Weekend.


   Precisava ocupar os meus pensamentos com novas imagens, paisagens, conversas. Em casa, a atmosfera estava pesada, meio sombria, pejada de silêncios. E os momentos a sós, perdido em mim, sufocavam-me cada vez mais. Daí que aceitasse, sem grande hesitação, o convite do meu amigo para passarmos um fim-de-semana no Estoril (surpreendente em mim, que sou tradicionalmente indeciso).

    Assim foi. Partimos de Lisboa por volta das onze e pouco da manhã. Chegámos ao Estoril, guiámo-nos pelo GPS e demos num instante com o hotel. Simpático, confortável, acolhedor. A cama de casal intimidou-me um pouco. Nada que se não ultrapasse com o espírito aberto.
     Fizemos o check-in, deixámos os nossos pertences, e explorámos um pouco a zona. Há imenso tempo que não ia ao Estoril, embora goste ali da linha. Almoçámos num restaurante escondido numa ruela de Cascais. O atendimento foi mais do que duvidoso (esperei uma hora por um bife do lombo com molho de mostarda). Nem por isso se reflectiu no preço....
     Passeámos pela marina, umas voltas, e até deu para ambos comermos gelados. Não fosse uma chuva insistente pelo passeio marítimo, já de noite, e teria sido perfeito (inclusive a chuva teve o seu encanto). Ir ao Estoril sem ir ao Casino é como ir a Roma e não ver o Papa. Posto isto, também por lá passámos.



       No domingo, tomámos o café da manhã no hotel, cedo, e fomos até Oeiras. Fizemos a Parede, enfim, aquele percurso. Já almoçados, regressámos a Lisboa pela tardinha, não sem caminharmos na areia.

       Estes dois dias foram essenciais para que encontrasse algum equilíbrio. A acrescentar às tormentas que vou tendo, minhas, o abalo familiar teve repercussões muito negativas na minha estabilidade emocional e até mesmo psíquica. Temo um esgotamento a poucos anos. Sinto-me desgastado.

        Não foi um Dia de São Valentim. Foi um fim-de-semana animado e calmo. Sem pretensões a nada, nem cargas simbólicas. E diverti-me, sorri.

25 comentários:

  1. Que bom, Mark. Ainda bem que sorriste. Um abraço. P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sorri. E há muito que não esboçava um sorriso verdadeiro.

      um abraço, P.

      Eliminar
  2. Acho que fizeste muito bem.
    Devias fazer coisas semelhantes mais vezes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Gostámos e creio que repetiremos. Temos mais uns quantos programas em vista.

      Eliminar
  3. Sempre é bom viajar e pegar novos ares, principalmente quando se é para espairecer um pouco. Fico feliz que tenha feito um programa que te fez tão bem!

    Abraço!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim. Foi um programa de final de semana. Deu para descansar e afastar os maus pensamentos.

      abraço.

      Eliminar
  4. agora percebo a tua pergunta. faz bem sair da rotina. mesmo não muito longe de casa, abalarmos para uma terra calma, um dia é suficiente. e fizeste muito bem, mais calmo, mais relaxado, e com um amigo para partilhar os momentos. fica a memória.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei do verbo "abalar". Tradicional no Alentejo. :)

      Passeámos bastante. No domingo estava cansadíssimo, ao final do dia, mas valeu a pena.

      um beijinho.

      Eliminar
    2. a minha terra adoptiva está pejada de alentejanos :) aliás, quando vim morar para o Seixal, fazia-me impressão o sotaque alentejano. agora já me habituei :)
      bjs.

      Eliminar
    3. Pois é. Tal como os concelhos mais a norte de Lisboa, também eles com muitas pessoas oriundas do Alentejo. :)

      A minha família materna tem origens alentejanas. Domino um pouco do léxico de lá. É muito rico, compartilhando palavras e expressões com a vizinha Extremadura espanhola.

      um beijinho.

      Eliminar
  5. dias assim fazem muito bem! fico feliz por teres aproveitado bem do dia, foi a prova que não é preciso ir-se longe para fazer-se algo diferente :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com efeito. Não sou exigente. :) Ir para aqueles lados foi o suficiente.

      Eliminar
  6. Uhmmmmmmmmmmm

    Um fim de semana no Estoril, que seja o primeiro de muitos :)

    Grande abraço amigo Mark

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vamos ver o futuro. :)

      um abraço, amigo Francisco.

      Eliminar
  7. É impressão minha ou parece que tens um namorado???
    xD

    Adorei o 'Nada que se não ultrapasse com o espírito aberto.'
    :3

    Yep, vem aí hardcore.

    :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não comento. Damo-nos bem e estimamo-nos mutuamente. :)

      Eliminar
    2. Um abraço, Alex, seu maroto. :)

      Eliminar
    3. Claro, Mark :) Estou na brincadeira. Seja o que for ninguém tem nada a ver com isso. E seja o que for, o mais importante é essa base de amizade e a estima mútua - são ouro hoje em dia. A ver se me contenho, mas o santo casamenteiro que há em mim não se controla :P

      Eliminar
    4. Hahah, eu compreendo esse "lado casamenteiro". :)

      Ora bem, o mais importante é a base de amizade e de estima mútuas.

      um abraço!

      Eliminar
  8. Parece um passeio muito agradável de se fazer :) Ainda bem que divertis-te ! :) um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diverti-me, sim.

      Um passeio aparentemente simples, mas giro.

      um abraço. :)

      Eliminar
  9. Gostei de ler este post, sendo que tinha muito para comentar (lol!), mas ficarei por aqui. :P

    ResponderEliminar
  10. Ok, eu estive "longe" algum tempo, mas quem é que escreveu este post? Primeiro vi uma foto. Depois li "fim de semana com amigo em hotel" (ou algo muito parecido em mais palavras). Quando vi "cama de casal" caí-me tudo aos pés... LOL

    Mark, o mais importante: vive a vida, que só vivemos uma vez. Busca a felicidade, porque nunca seremos totalmente felizes :)

    Um abraço para ti e para o teu "amigo" :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho de passar pelo teu espaço. Ando atrasado nas leituras (muito estudo!).

      Oh, eu publico fotos esporadicamente, quando é caso disso. :D

      Sim, assim farei.

      um grande abraço, amigo Horatius!

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)