8 de novembro de 2014

Uma tarde.


    Escolhendo não o melhor dia, eu e um amigo combinámos dar uma volta pela baixa. Uma zona agradável que nunca é demais revisitar. Será, também, a área mais cosmopolita e multicultural da cidade. Perco-me entre tantas nacionalidades diferentes.

    Chovia quando saí de casa. Entretanto, São Pedro lá se animou e brindou-nos com apenas umas pingas, embora, a dado momento, tivéssemos de dar uma corrida para nos abrigarmos sob umas varandas. O Tejo estava agitado. As gaivotas em terra. O leito do rio, cheio, quase galgando os limites da margem. Nuvens cinzentas, carregadas, prenunciavam uma tempestade que não se verificou.
     Levou-me ao terraço do Hotel do Chiado, que não conhecia. À noite deve ser bem mais interessante, e sem chuva. A vista é excelente. Conseguimos ter uma visão panorâmica sobre a baixa, o Castelo de São Jorge, as ruínas do Carmo e os prédios pombalinos. Já nas ruas, decidimos lanchar por ali. A nossa primeira escolha incidiu sobre um espaço muito conhecido, de que não me recordo o nome (memória ultra-selectiva), que estava cheio e com pessoas à espera de mesa. Acabámos num outro café simpático, apinhado, claro está, de turistas. As tostas, deliciosas. Nunca tinha comido uma tosta mista de queijo de cabra. O atendimento, ainda que no meio de tanta confusão, conseguia ser o mais próximo possível dos clientes.

  Já de estômago cheio, entrámos numas lojas, vimos as tendências deste Inverno que se aproxima. Concluímos que precisamos dar uma renovada. Vi muitos artigos que me interessaram, desde camisas, a blazers, calças, casacos. Eu sou vaidoso. Não o escondo porque não é nada doentio - prova é que há meses que não compro roupa. No entanto, comprando, sou capaz de fazer uma conta apreciavelmente alta. Tenho é de estar disposto à saga do veste-despe, que detesto.
    Regressámos pouco depois.

    Ontem, recebi o primeiro relatório. Está bom. Agora vêm todos. Segunda tenho uma apresentação oral. Custou a primeira. Senti-me mais confortável nas seguintes. Nada como passarmos pelas dificuldades para as ultrapassarmos com menor ou maior distinção. É o processo de amadurecimento.

     Gosto destas tardes simples, de diálogos com sentido, de conversas interessantes. De pessoas respeitadoras, amáveis e gentis, que não têm segundas, terceiras intenções. 
     Essa integridade de carácter não tem preço - e é tão rara.

31 comentários:

  1. Fiquei a pensar em conversas interessantes e queijo de cabra ;)

    Abraço Mark :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A tosta é óptima! Nunca pensei que a combinação ficasse tão bem.

      um abraço, Shiver. :)

      Eliminar
  2. Que inveja da tua tarde Mark! E eu que fiquei a vegetar todo o dia em casa...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo estava convidativo a ficar por casa. :)

      Eliminar
  3. Tosta de queijo de cabra e companhia boa:)

    Que rica tarde de sábado ;)


    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Efectivamente. :)

      um abraço, Francisco.

      Eliminar
  4. "Levou-me ao terraço do Hotel do Chiado" - Quando li esta frase, não sei porquê, não registei o "terraço", então ficou simplesmente "Levou-me ao Hotel do Chiado". Bem, o que me passou pela cabeça xD
    Voltei atrás, incrédulo, para reler, e aí percebi que algo me tinha escapado... lollol
    (isto parece uma descrição de minutos, mas na realidade passou-se em microssegundos xD)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não registaste porque tens uma mente perversa. :D

      Eliminar
    2. Mark, eu não tenho uma mente perversa: eu sou perverso... :D
      Ou melhor, deparvado... lolol

      Eliminar
    3. "Deparvado", deduzo que venha de parvo. x)

      Eliminar
    4. Não perdoas uma :P
      tenho uma dislexia grave com os re-er e ar-ra
      LOL

      Eliminar
    5. Ahahahah, foi a brincar contigo. :)

      Eliminar
    6. QUEM É QUE FOI PARA UM HOTEL???

      :D

      Eliminar
    7. Quem é que te levou para o Hotel???? ;)

      Grande abraço.
      Desculpa esta ausência, ainda que não te esqueça mas tudo está muito (mas mesmo muito!) complicado. Em fase terminal ...

      Eliminar
    8. Esse meu amigo. Para o terraço do hotel, soa melhor. :)

      Paulo, não sei que diga sem parecer ridículo. A fase terminal de um familiar próximo é algo tão doloroso que não me merece qualquer comentário. Apenas te posso enviar, à distância, um abraço de muita força!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. É só de tempos a tempos, João. Acaba por dar no mesmo. :)

      Eliminar
  6. Conversa e boa companhia é essencial, ainda mais em Portugal. Um dia ainda conhecerei Portugal...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim. Será muito bem-vindo aqui. :) Portugal é um país com muitos lugares belos para se visitar. Como todos os países. Cada um tem a sua beleza peculiar.

      Um dia conhecerei o Brasil.

      Eliminar
  7. Oi Mark. Me perdoe, ando meio sumido, ajudando um sobrinho meu pra prova do ENEM e sem net aqui. KKKK
    Que bom esse passeio, muito legal. Lisboa deve ser linda e agora com o Natal chegando, aaaaah :) Tinha que postar umas fotos pra gente ver!

    Abraços!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Ty.

      Sim, embora ainda não se veja quaisquer enfeites natalícios. Mais uma semana ou duas. Como anoitece muito cedo (17h, 17h30m), é bom andar pela cidade. Há um ou dois anos detestava esta altura do ano, o frio, as noites longas. Agora, adoro!! Quanto à época do Natal, sempre gostei. :)

      Pois, ontem nem me lembrei de captar uns momentos com a máquina ou até mesmo com o telemóvel (celular aí). E do terraço seriam uma boa lembrança. Outras oportunidades virão!

      Boa sorte para o teu sobrinho.

      um abraço. :)

      Eliminar
  8. Olha, Portugal que se prepare que eu ainda chego ai... tem um tempinho que estou ensaiando "pular o charco" (como diz um amigo de Espanha), mas eu chego lá... :-)

    A tarde parece ter sido muito e mais legal ainda é contar com boa companhia para andar e conversar, gosto muito de fazer isso! E tenho bons amigos para essas missões!

    Boa sorte com teus relatórios! Abração.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tal como disse ao Três Egos, serás muito bem-vindo. E espero que tires um tempinho nessa viagem a Portugal para conheceres os amigos portugueses. :)

      Foi uma tarde muito boa, de facto!

      Obrigado!

      um abraço grande.

      Eliminar
  9. bela tarde :) o hotel do chiado é o junto à fnac? há uns anos lanchei nesse hotel, mas agora não sei se podemos entrar sem consumir.
    tens sempre excelentes notas, se não as tivesses é que eu estranharia.
    e o natal está próximo. sempre merecemos uns mimos :) cada um gasta no que gosta. os balúrdios que eu já gastei este ano em livros... tive de parar, que me desgraçava :p
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, sim, Margarida. É junto à FNAC. Bom, nós bebemos um café, mas creio que permitem a entrada só mesmo para se aceder ao terraço maravilhoso. :) Detalhe: é escandalosamente caro!

      Ui, imagino. Centenas de euros em livros. :)

      Oh, obrigado pelo carinho!

      um beijinho grande.

      Eliminar
  10. Esse lugar que vc foi deve ser legal. Se um dia vou visitar Lisboa, vc pode me levar lá. Que tal? ;)

    ResponderEliminar
  11. Uma tarde calma, é bastante agradável.. .Eu cá gosto, só tenho pena de não as poder ter mais vezes! :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, é agradável e ajuda a desanuviar, como se diz. :)

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)