10 de outubro de 2014

Desafio.


    O Francisco, do blogue Um Deus Caído do Olimpo, nomeou-me para participar em mais um dos desafios que andam pela blogosfera. Eu acedi de boa vontade. Consiste, tão-só, em responder a cinco perguntas.

     1. Como surgiu a ideia de criar o blogue?

     A ideia surgiu numa das noites monótonas que tinha quando frequentava o ensino secundário. O décimo ano. De forma despretensiosa, tanto assim é que durante dois anos escrevia apenas para mim, quase num exercício de monólogo, solitário. Abri os horizontes em dois mil e dez, no momento em que comecei a seguir outros espaços e a dar-me a conhecer, consequentemente.

    2. Como surgiu o nome dado ao blogue?

    Um dia perguntaram-me, através do email que disponibilizei, o motivo pelo qual escolhi As Aventuras, dado que tão pouco escrevo sobre quaisquer aventuras que viva. Em primeiro lugar, não tenho aventuras para contar (ou são mínimas); em segundo lugar, o nome não surgiu como prenúncio de relatos das minhas aventuras, mas sim inspirado numa tour da Mariah Carey, The Adventures of Mimi, de 2006. O nome não faz o conteúdo, e confesso que gosto da desconformidade entre o nome e o recheio.

    3. Qual a publicação que te é mais especial?

    Nenhuma. Gosto particularmente de um conto que escrevi nos inícios de dois mil e treze, de seu nome "Eva".

   4. Há algum segredo relacionado com o blogue que ainda não tenha sido revelado?

     Não.

   5. O que te entusiasma na blogosfera?

    Em boa verdade, nada. Já senti o dito entusiasmo há uns anos. Estou como o Herman, que em tempos disse que nada na televisão o fazia rir. Pois nada do que leio na blogo me deslumbra. Está tudo visto. Como sempre, e na sequência do que acontece na vida real, sou um fatal outsider, ambíguo, não parecido com ninguém, não me encaixando em qualquer categoria. Sendo sofrível, em certa medida, dá uma maleabilidade reconfortante, que não a tem quem está preso a rótulos e deles não consegue se desenvencilhar.

      Está feito.

31 comentários:

  1. Eu lembro desse conto "Eva"! Eu até comentei na época. Engraçado eu já tinha pensado que você nem escreve sobre aventuras, daí o nome não combinar, rsrs :D Gostei das respostas!

    ResponderEliminar
  2. mas colorido :) gostei. bom fim-de-semana. se estiveres interessado em visitar alguma das open house -http://2014.lisboaopenhouse.com/zones/ - com companhia diz.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, escolhi o roxo para as perguntas. :) Não sabia disso, Margarida! Que interessante!! Logo, quando chegar a casa, vou ver e depois digo-te alguma coisa.

      um beijinho.

      Eliminar
  3. De certa forma, um retrato intimista de ti próprio.

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito :D

    És um querido ;)

    Deixo-te um beijinho de amizade :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora essa, o desafio é giro.

      Para ti, e só para ti, um beijinho. :)

      Eliminar
    2. Beijinhos??
      Vocês nunca me enganaram! Eu vi logo que eram gays!!! xD
      lolololololol

      Eliminar
    3. LOL

      Eu não sou de dar beijinhos a homens, mas pronto. :)

      Eliminar
    4. Ciúmes Horatius?! :P

      Também queres? Também posso dar, não quero que te falte nada

      Gays?! Onde foste buscar essa ideia?! Somos muitos machos, masculinos e muito homens. Gostamos é de homens lololololololololololololol

      Eliminar
    5. Ahahahahah, é tudo ciúmes dele, Francisco. xD

      Eliminar
  5. Bacana a história de seu blog...
    Abraços!

    ResponderEliminar
  6. Bem, pensando nisso do título, acho que o meu tem um título adequado ao conteúdo. Na verdade, escrevo do campo... LOL
    Mas confesso que nutro uma aversão a títulos e a coisas do género. Tanto que muitas vezes leio posts e não leio o título. E há blogs que sigo que não sei o título: por exemplo, o do Shoes ou o do Eolo. Se vir, reconheço. Mas assim de cabeça, não me lembro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já eu, nesse ponto, costumo fixar os títulos. Não que me esforce por isso; apenas é assim que reajo. É quase automático.

      Eliminar
  7. Confesso que nunca havia me questionado sobre o "As Aventuras"... do nome do teu blogue, para mim, de certa forma, estar vivo já é uma grande aventura!! :-)

    Tem sido bacana encontrar esses desafios, sempre uma oportunidade para conhecermos uma pouco mais dos amigos!

    Grande abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade, Latinha: estar-se vivo é em si mesmo uma grande aventura. :)

      Sim, é o segundo desafio em que participo em pouco tempo. Ajuda a desanuviar, visto que frequentemente escrevo sobre matérias mais elaboradas.

      um abraço grande. :)

      Eliminar
  8. gostei do que disse, da incongruencia entre o nome do blog e as ações do mark... mas, bem ou mal, manter um blog é uma certa... aventura! abs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, grande verdade. É preciso alguma arte e dedicação para manter um blogue durante tantos anos. :)

      um abraço!

      Eliminar
  9. Se deslumbrar as vezes é legal, mesmo que por besteiras.

    ResponderEliminar
  10. Já tinha pensado no porquê de "As Aventuras", até porque tens alguma aversão ao risco. Assim, lamb como tu és, percebo.
    Eva também é um dos meus-teus textos preferidos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, recordo-me de teres dito que era um dos teus preferidos. :)

      Eliminar
  11. Ñ estava sabendo desta "tag" vou fazer isso no meu blog tbm!!!

    ResponderEliminar
  12. Hum... Mark peloe que já li no teu blogue, tens aventuras sim. Não te menosprezes. É super interessante e com muito para contar e viver.

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)