31 de dezembro de 2013

Dois Mil e Catorze.


    O ano que agora finda não deixará boas recordações, nem a título pessoal. Pelo país, e pelo mundo, assistimos a situações que antevêem tempos penosos. Sabemos hoje que Portugal não é o país desenvolvido e de bonança que a todos venderam há décadas. Persiste a fome, a miséria, a nova pobreza que esconde o rosto de amigos e familiares. E se nunca se sentiu a Europa de facto, a avalanche da crise económica derrubou o sonho de pertencer ao clube dos ricos.

    Quanto a mim, não gostei de dois mil e treze. Foi um ano morno, diferente do meu annus horribilis de dois mil e seis, o pior de que há memória, de Janeiro a Dezembro, mas a anos-luz de dois mil e dez, o que tive até ao momento de annus mirabilis. Pegando no ano em que nasci até à actualidade, constato, e não de agora, de que a minha vida tem sido muito pacata e tranquila, salvo alguns sobressaltos pontuais. O que seria para a maioria uma existência chata e monótona, começa, também, a desagradar-me profundamente. O novo ano que está à porta será decisivo em áreas basilares, acreditando, por isso, em algumas mudanças que façam renascer em mim o optimismo e a vontade de que necessito, árdua tarefa em quem é pessimista por natureza.

    Nós cá nos encontraremos pela blogosfera. Mais um ano a juntar ao baú. O ano, olhando para todos os meses, em que menos publiquei. E essa será a tendência a seguir por opção. Escrever por escrever não é o meu lema, como nunca foi, e não me preenche. Sem linhas editorais ou esquemas definidos, escrevo, como se nota, sobre o que vivo e o que penso, o que me rodeia, e os tabus serão os que a minha consciência dita. Muito poucos ou nenhuns, salvando-se o bom senso, sempre.
    Um espaço que irá entrar no seu sexto ano de existência ininterrupta. A vida é sempre um excelente tema, fonte inesgotável de textos de milhentas palavras. Nunca faltará o que contar.

    O que desejo para dois mil e catorze é que não seja pior do que dois mil e treze. Se assim for, não se perde tudo. Prefiro antecipar-me aos cinquenta anos, em que os sonhos se desvanecem, enfrentando a realidade de frente desde já, nos vintes, para não ficar mal-acostumado.

     A todos vós, os votos de um bom ano novo!


lots of love,

Mark

27 comentários:

  1. Vais ser um ano melhor :D Believe me! Bom ano novo pra ti também!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Humm, não me parece, mas obrigado pelo optimismo. :)

      Bom ano!

      Eliminar
  2. boas entradas, que encontres a magia em ti! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda não tenho entradas, felizmente. :D Ahah, kidding.

      Obrigado, Kyle. Back at you. :)

      Eliminar
  3. Mark,

    Um abraço e um bom ano preenchido de boas memórias, dos teus amigos, de muitas gargalhadas e muito amor em todas as suas vertentes.

    Abraço grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado, Eolo.

      Feliz ano para ti também, repleto de tudo de bom.

      um abraço grande.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Obrigado, O meu reflexo. Same to you. :)

      Eliminar
  5. E um sexto ano de bons textos e de uma escrita inteligente (sem lol's e afins) :P

    Um feliz 2014 caro Mark, e não te apoquentes com o que ai vem... daqui a um ano fazemos balanços, e vais ver que correu francamente melhor do que se esperava!

    Para mim, foi o 2012 o meu pior ano. Nenhum o irá igualar. Mas é preciso termos maus anos, para dar valor aos outros, e aquilo que de facto importa. :)

    Grande abraço :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahah, obrigado, Namorado. :)

      Há um ano, precisamente neste dia, disseste-me: "Quando passas os 30, então aí sim, vês o que é velocidade. LOL

      Feliz 2013!"

      Acho giro ir atrás, ler o que fomos e o que pensávamos. Um ano volvido, cá estamos de novo e espero que estejamos cá daqui a um ano, e dois, e...

      Feliz ano novo!

      um abraço grande. :)

      Eliminar
  6. Contra todas as expectativas, 2013 foi um excelente ano para mim! Nunca pensei! Por isso, se 2014 for igual, já não me queixo. :)
    Um Bom Ano para ti Mark, e que ele te surpreenda pela positiva. :)
    Feliz Ano Novo!!!
    Abraço, Mark.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem, Arrakis. Que tenha sido um bom ano para alguém. :)

      Um novo ano é sempre um recomeço, uma expectativa. Veremos como corre.

      Feliz ano novo, querido Arrakis.

      um abraço.

      Eliminar
    2. Feliz 2014 Mark!
      ABraço:-)

      Eliminar
    3. Happy 2014, Horatius!

      big hug :)

      Eliminar
  7. Excelente texto, como já estamos habituados.
    É bom que mostres vontade de mudar, pois isso é salutar.
    Estou como tu, muito pessimista em relação a 2014, embora 2013 tenha sido tão mau que será difícil ser ainda pior.
    Só podem considerar 2013 um ano bom, quem beneficiou com ele, sem se preocupar com o próximo, e houve muitos... Ou então, quem não tem mesmo consciência do que se passa à nossa volta.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Em boa verdade, espero mais que a vida (o destino?) me encaminhe do que eu, por iniciativa, aja. Nunca tive aquele ímpeto em correr atrás de (...), se bem que jamais fui negligente. Estudo, faço por mim, veremos o que vem aí.

      Dois mil e treze foi um péssimo ano para todos, podendo, pontualmente, ter sido bom para algumas pessoas. É compreensível. Dois mil e catorze será igual ou pior, disso não duvido. A 'recuperação económica' será uma inevitabilidade na boca dos laranjinhas e do presidente inominável que os portugueses elegeram - os portugueses, não nos podemos esquecer disso. Não eu ou tu, mas os portugueses que hoje se queixam.

      Feliz ano novo, querido João.

      Eliminar
  8. até este momento, nada supera o pior ano da minha vida, que foi 2010. por isso, é aproveitar a vida todos os dias.
    um bom ano de 2014 para ti, Mark.
    bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por acaso foi o ano melhorzito que tive, dois mil e dez.

      Feliz ano novo, Margarida.

      um beijinho.

      Eliminar
  9. Feliz Ano Novo 2014 Mark! ^^

    Que o novo ano te traga a concretização de todos os teus sonhos bons [até porque os pesadelos também são sonhos, só que sonhos maus], muita Felicidade, Prosperidade, Sucesso a todos os níveis positivos da tua vida e claro, Amor! Muito Amor, sempre! :D

    Abreijos :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, João. :)

      Um feliz ano novo para ti também, repleto de tudo de bom!

      um beijinho.

      Eliminar
  10. Um Feliz Ano,

    Grande Abraço Mark(ito)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Francisquinho. Same to you! :)

      abraço grande.

      Eliminar
  11. Espero que 2014 seja um ano melhor, mesmo para quem já teve um bom 2013. Acredito que o será para ti, porque estás a chegar a uma fase decisiva da tua vida, e de certa forma é também um ano de realização porque estás a terminar uma etapa. Tudo o que vier depois disto, será melhor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esperemos. :) Que seja um ano melhor para todos!

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Thank you so much, Aaron. Back at you. :)

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)