6 de janeiro de 2013

Exames.


   As avaliações semestrais estão aí, mais uma vez. Este ano com uma nuance: começaram mais tarde pelo facto de as aulas terem terminado nas vésperas da quadra festiva, uma situação incómoda, sobretudo para os alunos naturais das regiões autónomas. Digamos que apanhar o avião no dia vinte e quatro não é muito agradável.

   Tenho passado os últimos dias a estudar. Descurei-me demasiado e deixei apontamentos e resumos por fazer. Não é algo que me caracterize. Costumo definir bem as minhas responsabilidades e separar os momentos de lazer e de trabalho. Porém, talvez devido a algum cansaço extremo no ano passado, decidi relaxar mais, não despendendo tantas energias na faculdade. E se me sinto mais revigorado por um lado, pelo outro tenho a sensação de que não estou tão bem preparado. A balança deve ser mantida em perfeito equilíbrio - desta vez a preguiça levou a melhor.

  As médias ganham importância. Neste ano são leccionadas disciplinas estruturantes para a nossa formação. Algumas notas têm mais valor do que outras, dependendo não só da área que queremos seguir, mas também da preferência que o mercado de trabalho dá a determinados conhecimentos. Atendendo à situação do país, nunca como agora as médias tiveram tanto peso.

   Há colegas que se juntam para estudar na faculdade. Temo distrair-me e acabo sempre a estudar sozinho, aqui por casa. Funciono melhor assim. Leio em voz alta as matérias, aliás, às vezes gostaria de ser filmado para assistir posteriormente. Daria umas boas gargalhadas...

   Já me disseram que o segredo está em manter a calma. Vou tentar adoptar a misteriosa fórmula do sucesso, finalmente (veremos se conseguirei).

35 comentários:

  1. olha pode ser parvo, mas já disseram que resulta, grava a tua voz e põe a repetir enquanto dormes, descansas ou assim...
    Dizem que a matéria "entre" bem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho nada parvo; desde que resultem, todos os truques são válidos. xD

      Obrigado pela dica! '-'

      Eliminar
    2. eu também fazia a mesma coisa. :) aliás, fazia imenso trabalho de campo e depois aproveitava para ler alto e gravar a matéria. tenho um pequeno gravador sony desde essa época. deve ter uns 17 anos, o bicho :D e ainda funciona. de vez em quando oiço-me (posso dizer que é uma forma de blogue, um audio-blogue dos anos 90, eheh).
      boa sorte.
      boa semana.
      bjs.

      Eliminar
    3. Eu não conhecia o truque e fico entusiasmado ao ter conhecimento desses casos de sucesso. :D


      Obrigado, querida! Boa semana e beijinhos.

      Eliminar
  2. Boa sorte,

    Outro truque é estudares com quem sabe menos :)

    Ao explicares, registas melhor a informação e fazes uma boa acção do dia ;)

    Abraço :3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado! Esse truque já conhecia. Tenho colegas que o utilizam entre si. :)

      abraço :3

      Eliminar
  3. Eu sempre resumia a matéria. Cada vez que escrevia a coisa ficava mais entranhada em mim. Funcionava relativamente bem, pelo menos a teoria que a prática... só com muitos exercícios.

    Mas como tens "esperto" na cabeça, vais safar-te bem.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Comigo é sensivelmente igual: eu resumo a matéria para compactá-la, escrutinando os conteúdos. Assim, até o estudo fica facilitado. A prática - e a minha licenciatura é muito - só com exercícios, de facto.

      Obrigado! '-'

      Eliminar
  4. É como dizes, todos os truques são bons desde que apresentem resultados positivos. Bons estudos e melhores avaliações :)
    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. O importante, como referes é manter o equilíbrio entre o tempo de estudo e o resto.
    Para uma pessoa como tu, penso que não será preciso um acumular de horas de estudo para tirar notas elevadas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente, na minha licenciatura - e na minha faculdade - é preciso estudar desmesuradamente se queremos ter boas notas. A exigência é mais do que muita! :|

      Eliminar
  6. A dedicação dará frutos! Não desistas! Boa sorte! :)

    ResponderEliminar
  7. Direito não é como nenhuma das Ciências que estou habituado a estudar, mas sempre me ajudou perceber tudo muito bem para puder explicar por palavras minhas e fazer esquemas. Não sei se se pode aplicar ao teu caso.

    Desejo-te boa sorte.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, há determinadas matérias que esquematizo, com direito ("direito", bem a propósito xD) a setinhas e tudo! :D

      Obrigado! '-'

      Eliminar
  8. Eu era incapaz de ir para a faculdade estudar em grupo. Das poucas vezes que o fiz, dei o tempo como perdido. Estudava em casa, exercícios atrás de exercícios, apenas intervalados por uma vontade louca de fazer limpezas que me acometia sempre nesta época!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, consideraria tempo perdido... É impossível manter a concentração como se estudássemos em casa. :s
      Que engraçada, essa vontade louca de limpar. :D

      Eliminar
  9. O gravar para depois ver (filmado) tem um nome: auto-escopia (acho que é assim que se escreve ;P). Para quem tem de falar em público, p. ex., é excelente, porque permite ver onde é que erras, pois fazes sempre pequenas coisas que nunca te apercebes. Tanto que faz parte da formação de formadores.

    Para estudar, nunca experimentei tal coisa. Se experimentares, põe aqui as tuas opiniões, e pode ser que use na minha próxima etapa académica :P
    (que ainda não sei qual vai ser, mas este ano estou parado e o meu cérbero está a flipar com falta de stress escolar... lol)

    Grande abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha licenciatura precisamos de argumentar muito bem; a oralidade é essencial, até para demonstrarmos segurança e firmeza nas nossas posições. :)

      Creio que irei experimentar esse truque de gravar a voz para ouvir-me a debitar a matéria. Pode ser que ajude!

      Sim, também não sei se conseguiria estar parado por um ano! Queixo-me de estudo a mais, mas aborreço-me com facilidade.


      abraço :3

      Eliminar
  10. Por acaso vais ser cabeleireiro? ou algo assim é q o teu comentário foi muito profissional xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não, serei jurista se tudo correr bem! LOL

      Oh, a minha opinião no teu blogue foi baseada apenas em conhecimentos gerais, quase do senso comum. :)

      Eliminar
  11. Boa sorte Mark, vais ver que vai correr tudo muito bem ;)

    *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado, Miguel! '-'

      *

      Eliminar
    2. nem toda a gente o sabe... nem sabem qual é a capital de Italia quanto mais hahahha

      Eliminar
    3. Ahahaha, não saber a capital de Itália também é demais, mas realmente há quem não o saiba!

      Eliminar
  12. Isso foi a hoje a jogar o jogo da forca xD Foi de morrer parecia que estávamos a ficar burros de novo. Como se chama a capital do Vaticano R - Cidade do Vaticano. lool

    ResponderEliminar
  13. Obrigado Mark , segui este teu blog perfeito ! *-*

    ResponderEliminar
  14. Claro que vais conseguir. Ter método é muito importante e tu pareces ter. Não podemos ser sempre perfeitos e infalíveis, e por vezes é mesmo preciso relaxar um pouco. Mas vais superar mais esta etapa :)
    Abc

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo... Falhamos, oh, se falhamos...

      Obrigado! '-'

      abraço :3

      Eliminar

Um pouco da vossa magia... :)