3 de maio de 2012

IV Aniversário.


 Pensei em se deveria sublinhar esta data. Fará sentido comemorar aniversários de blogue? Em todo o caso, e uma vez que o costume foi ditando essa prática, não deixo de fazer uma referência ao dia.
 Inaugurei este espaço a três de Maio de dois mil e oito. O meu primeiro blogue, e único, até à data. A princípio, limitava-me a escrever para mim. Os textos, nos velhos diários, cederam perante a inércia e um sentimento típico de querer inovar. Inovar no mesmo sentido de quando mudamos uma mobília de lugar, de quando alteramos um percurso no caminho, entrando por uma nova rua nunca antes percorrida. O sentimento foi igual ao que existe em algo novo. Era tudo o que bastava.
 Aos poucos - e poucos - fui tendo conhecimento de outros espaços, interagindo e trocando ideias com mais utilizadores. Fui dando, progressivamente, importância ao blogue. Passou a ser uma continuidade do dia-a-dia, não entrando em ruptura com o quotidiano; pelo contrário, preenchendo-o.

 Por vezes, muito raramente, arrependo-me de o ter criado. Talvez porque enfrente (o blogue) as minhas obrigações de frente, exigindo atenção e não admitindo ser preterido por livros de novecentas páginas, centenas de folhas A4 e manuais sobre todos e mais alguns assuntos. Afirma-se na minha vida e, subsistindo, vai continuando a resistir por entre os dias que desfio incessantemente.
 Há quatro anos não lhe dei qualquer importância. Criei-o, certamente, entre uma das milhentas horas vagas que tinha na altura. Regalias de uma época em que julgava que estudava demasiado!... Volvido todo este tempo, chego à conclusão de que o processo de afirmação foi mais do que meritório. Se cresceu em importância aos meus olhos, não terei sido eu apenas o responsável. A interactividade, a capacidade de abstracção e o carisma das pessoas com quem me relacionei são, também, os responsáveis por estar aqui hoje.
 Resta-me agradecer o facto de estarem aqui comigo.


 Obrigado!

M.



16 comentários:

  1. É um espaço que vi crescer ao mesmo tempo que te vi crescer a ti...
    Hoje é um blog de referência que tem tido uma evolução muito positiva.
    Como é hábito, um blog é o reflexo de quem o escreve, principalmente quando o conteúdo é muito pessoal, coo é o teu caso.
    E toda a tua criatividade, humanidade e sensibilidade estão aqui expressas.
    Parabéns pelo aniversário, Mark.
    É bom ser um leitor e um Amigo.

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado, querido Amigo João!

    ^^

    ResponderEliminar
  3. Parabéns amigo :)

    Espero poder visitar este espaço por muitos mais anos :)

    Abraço amigo

    ResponderEliminar
  4. *Trago "champomy" e três taças*

    Wiiiiiiiiiiiii!!! Surpresa!! \^w^/

    *sorrio feliz*

    *Apareço com o Vapy e a Mariah*

    Parabéns!! ^w^

    O teu blog é um marco na vida dos teus leitores! Eu terminei há algum tempo atrás de o ler e foi muito bom não só ver-te crescer ao longo destes 4 anos mas também a evolução da sociedade portuguesa, a maneira como as coisas foram mudando! ^^

    O João Roque já o disse por diversas vezes e eu concordo plenamente: tu devias pensar seriamente em escrever um livro!

    Partilhar alguns dos teus textos, a tua sabedoria, com o resto da humanidade!

    Todos ficariam a ganhar! ^^

    Faço votos que continues por muitos anos a escrever e a encantar todos nós! ^^

    Jo :3

    ResponderEliminar
  5. Muito obrigado, Francisco! És muito simpático. :3


    Ohh, Hórus, és tão querido. Adorei o pormenor do Vapy e da Mimi. :)
    Muito obrigado pelas tuas palavras. :3


    Abraço a ambos! ^^

    ResponderEliminar
  6. Muitos parabéns Mark!
    Já li muito do que produziste nestes quatro anos. Também já te disse como gostei de te ver evoluir.
    Podia citar-te quase de memória alguns dos teus textos...

    Podendo, não deixo de te visitar com frequência. Não passo sem as tuas palavras, muito bem escritas, muito bem contextualizadas.
    E, mesmo em pequenos detalhes, consegues colocar elegância nas 'coisas'.
    Tudo isso e tanto mais que não consigo transcrever, porque a mim me faltam as palavras, tudo isso me trouxe aqui e agora para te deixar um grande e afectuoso abraço.
    Teu seguidor, admirador e - se o permitires - amigo,
    Pedro

    ResponderEliminar
  7. Muitos Parabéns ao Blog! Do pouco que li, adorei, e espero que dure mais alguns anos :)

    Continua!

    ResponderEliminar
  8. não li tudo, Mark, confesso, mas do que li, gostei, gostei muito, a maneira sensível como te expressas, o profissionalismo na escrita, a ternura e a "queda", porque tens mesmo um jeito tão natural para escrever o que te vai na alma, quase um "super-poder", muitos tentam e não conseguem.
    assino por baixo o que o João e o Hórus revelaram: lança-te num livro, :)
    bjs.

    ResponderEliminar
  9. "Parabéns pra você
    nessa data querida
    muitas felicidades
    muitos anos de vida"

    Há uns meses atrás estava fazendo uma busca na internet, até que encontrei, por acaso,este blog e fiquei apaixonado pelo que encontrei nele. Me apaixonei pela sua forma de "escrever," pela estética dos seus escritos. Percebi o quanto você cresceu e amadureceu como pessoa desde 2008 até agora, e verei o quanto você crescerá ainda,Mark, através deste blog.

    Um grande abraço pra você! Parabéns!

    ResponderEliminar
  10. Parabéns, Mark!
    E que os próximos anos tragam textos tão bonitos e bem escritos como estes.

    ResponderEliminar
  11. Pedro: Claro que permito. :) Muito obrigado e abraço. <3

    Convid-Áki: Obrigado! Gostei do "mais alguns", tipo, um ou dois, ahah. Estou a brincar! :D

    Margarida: Quem sabe um dia... :) Muito obrigado pelas palavras! Beijinho. *

    Paulo: Obrigado. Abraço. ^^

    Citizen: Obrigado! :) Abraço! ^^

    Lobo: Obrigado! :$

    ResponderEliminar
  12. já percebeste que ando um pouco ocupado mas não tinha como não deixar-te um olá e um forte abraço de parabéns. Ao início, confesso, não gostava do teu blog. Mas acabaste por me conquistar. A mim e a tantos outros, como mereces.

    Abraço jeitoso :)

    ResponderEliminar
  13. Speedy: Obrigado! :) Abraço! :33

    ResponderEliminar
  14. Uma parte de ti, uma parte indissociável está aqui escrita. E isso é fantástico, porque é a única parte de ti que nós conhecemos, que tu libertas a conta-gotas como em qualquer jogo de investigação. Parabéns por manteres este grupo crescente de fieis leitores!

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)