3 de dezembro de 2011

O verde grama.



A janela está perra. 

Admirar-me-ia se ele conseguisse fechá-la mesmo com toda a força dos seus braços.
O vento que entra pela pequena frincha não é o suficiente para conseguir que fique com frio. Mal tínhamos recuperado de mais um teste naqueles anfiteatros inóspitos e uma outra aula, coincidentemente à mesma disciplina, se aproximava.
Durante os testes, é um bom exercício ficar a observar as reações das pessoas. Alguns, concentrados, não pestanejam sequer à medida que escrevem; outros, tentam copiar; alguns usam as cábulas discretamente e, por fim, uns quantos dão o teste por perdido. Os rostos de desalento são por demais explícitos.
Gostas de disciplinas práticas. Eu gosto mais da parte teórica. Gosto de expor a minha opinião, dissertar sobre os conteúdos dogmáticos de cada questão, de me perder a cada linha do texto. Nos testes que exigem uma menor profundidade, reconheço o meu deslocamento.
Pequenos raios de sol perscrutavam por entre as janelas esguias do novo anfiteatro. O sol batia superficialmente no enunciado do meu teste. Escrevi os artigos por entre o denso texto, uma forma de me guiar. Era demasiado grande. Li por alto o que já tinha feito e depois li o que acabaras de escrever. Fizemos diferente. Acho que desta vez a razão estava do teu lado. Veremos.
Já na aula seguinte, observava o mesmo verde da grama ainda verdejante. Perguntaste-me se queria que fechasses a janela. Se a fechares, não sinto o vento frio e era dele de que precisava naquele momento.

Sim, está mesmo empenada. 

Tirei as bolachas de água e sal da mala e ainda o iogurte líquido de aroma a morango. O paladar teima em contrariar o pré-concebido a acabou por me dizer que, afinal, o aroma é a frutos silvestres. Não gosto deste aroma. Teria preferido de banana, mas nunca bebi iogurtes líquidos desta marca com aroma a banana. Haverá? Não havendo, mande-se fazer.



7 comentários:

  1. os testes começam a doer e os exames também espreitam :/
    gosto de iogurtes líquidos, mas em casa também gosto dos sólidos que se comem com colher xD

    ResponderEliminar
  2. e com isto sabemos que és um tradicionalista/conservador: bolachas de água e sal e iogurte líquido de morango ;-)

    nos dias de frio que se aproximam, e mais ainda quando chovia, levava um thermus pequenino todo catita com chá quentinho.
    Simpatizo tanto contigo colega, fazia exactamente o que fazes, parava alguns momentos durante as provas só pa olhar à volta e ver as caras e expressões do pessoal. :-)

    ResponderEliminar
  3. Eu preciso curtir o gramado de casa, aproveitar o momento em contato com o verde, embora seja trabalhoso passar a máquina quando a mesma se encontra grande...
    Sucessos nos testes....
    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Obrigadooo *-*
    Ps: desculpa a demora a responder

    ::: Novo texto:http://joateba94.blogspot.com/2011/12/parou.html

    ResponderEliminar
  5. hummmm... prefiro ler-te com alguma vertente freudiana. De morango para banana... Go ahead :)

    ResponderEliminar
  6. Garanto-te - juro pela minha pobre alma - que não abro a boca por uma banana. odeioooooooooo

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)