4 de maio de 2011

Aventura na Feira do Livro


Há uns dias, na faculdade, falou-se em irmos todos até à Feira do Livro. Todos, quero dizer, um grupo considerável da minha turma, incluindo eu e o R. Detesto programinhas de turma e detestava, ainda mais, alguns como este da Feira do Livro. Quero um livro, compro-o. Não é necessário andar nas feiras e feirinhas para comprar dois euros mais barato. Poupem-me!
Na altura, fui perentório (A. O.) com o R., numa conversa a sós.
"Se fores em turma, eu não vou. Não gosto de misturas."
Adivinhem? Acabou por voltar atrás e disse-lhes que não ia com eles. Combinámos, então, e a seu pedido, irmos num dia da parte da tarde. O dia foi hoje. Fomos de metro, apesar de eu ter jurado, há algum tempo, desde aquele episódio do assédio, não andar de metro tão cedo!...
Não o conhecia tão interessado em livros. Bom, reconheço que ele até é inteligente (embora com dificuldades no curso), mas desconhecia que adorava livros.
Fomos até ao malfadado Parque Eduardo VII e nunca pensei que aquilo fosse tão grande. Não me refiro ao Parque, óbvio, sou lisboeta e conheço a cidade (LOL); refiro-me, isso sim, ao número infindável de autênticas barracas de venda de livros. De um lado e do outro, do início ao fim.
Subimos o Parque à medida que íamos vendo os livros. A princípio estava super aborrecido. Não me apetecia estar ali nem um pouco, apenas não podia desperdiçar uma oportunidade de estarmos juntos. O R. falava: "Olha aqui!" e "Olha estes!" e "Vais adorar este!"... Eu, nada. Notei que estava entusiasmado. Parecia uma criança no meio do parque de diversões. Eu tentava disfarçar a impaciência em sair. Enjoei de tantos livros.
A um dado momento, perguntou-me se queria comer um gelado. Disse-lhe que sim. Comprou-me um gelado (sim, ele é um gentleman) e comprou outro para ele. Pensam que nos sentámos a comer? Não!, que o rapaz parecia que tinha um rastilho nos pés. Comíamos e andávamos.
Espreitou tudo o que é barraca de livros. Comprou dois, incluindo um de desporto que, sinceramente, achei péssimo. Eu também acabei por comprar dois. Aproveitei, não é, já que estava ali... Comprei um de poesia do Mário de Sá-Carneiro e outro de História, especificamente do início do reinado de Filipe II de Espanha (I de Portugal) em Portugal.
O que vos queria realmente contar é que, no fim, gostei de lá ter estado. Não pela Feira, mas sim por ele, pela sua presença. Senti-me como mais um dos vários casais de namorados que por lá andavam, mesmo sem mãos dadas, beijos ou atitudes carinhosas... Bom, retifico, houve uma atitude da parte dele que foi, de facto, uma demonstração de carinho implícita. Eu estava numa barraca a ver uns livros e dei por ele a chamar-me. Não respondi porque estava interessado no que estava a ler. Ele chegou-se por trás, colocou-me o braço masculino nas costas, envolvendo-me e puxando-me contra si à medida que sorria. Todo eu tremi. Até olhei em volta para ver se alguém tinha reparado. A resposta dele é que foi o máximo: "O que foi?". LOL
Foi das atitudes mais "descaradas" (não sei se é o termo correto, mas não me ocorre outro de momento) que ele teve comigo. Que coisa tão pouco heterossexual. Meteu-me o braço nas costas como um homem faz a uma mulher. Claro que gostei. LOL Agora, aprendam, não se deve mostrar muita solicitude. Fiz-me de ligeiramente incomodado, claro, quando na volta pensava: "Mais, mais, mais!".
Estivemos por lá umas três horas. Já deitava livros por todos os poros da pele! No entanto, aconselho todos a passarem por lá. É lúdico e instrutivo. Vale, sem dúvida, a pena. É uma forma de adquirirmos o mesmo por preços mais acessíveis. Eu é que tenho as minhas manias. ;)

11 comentários:

  1. Ai, tu e o R.
    Se vos vejo juntos a namorar, nem acredito...
    E sei que não sou o único a torcer por isso...

    ResponderEliminar
  2. Eu só fui uma vez, e foi para receber um prémio (que era um vale de livros, e foi logo gasto na feira). Gostei muito, e quero sempre ver se volto, mais pelo espaço e ambiente, do que pelos descontos, propriamente ditos.

    Quanto a ti e ao R., parece que a coisa está a aquecer... É do Verão, de certeza;)

    ResponderEliminar
  3. Acho graça ao facto de que as atitudes que mais gostas por parte de um homem sejam aquelas que se dedicam às mulheres...mostra que no fundo, para além de te sentires amado e acarinhado, também adoras sentir-te seguro. Pelo que descreves do R., eu e ele somos parecidos nas atitudes, mesmo quando namoro, as minhas atitudes são o mais hetero possível, sempre com aquele tal carinho e protecção dado às raparigas. Talvez seja assim porque já namorei mais raparigas do que rapazes e tenha tendência a tratar os rapazes de igual forma, como minhas "namoradas" lol

    De qualquer das formas, espero que tu e o R. se entendam e que a relação evolua para aquilo que tanto queres =)

    Abr

    ResponderEliminar
  4. Pinguim: Creio que não és mesmo o único. (:

    Filipe: Aprendi a gostar da Feira, a sério! Tinha uma péssima impressão, no entanto, a mesma desvaneceu-se subitamente. (: LOL

    Miguel: Tens noção que isso faz de ti, pelo menos no que diz respeito ao meu homem ideal, o meu homem perfeito? LOL Admito, sim: gosto do carinho e da atenção dedicados às mulheres. Gosto bastante do "straight-acting" e o R. comporta-se dessa forma. (:
    Abraço.

    ResponderEliminar
  5. lol ainda bem, assim já sabes que caso as coisas com o R. não corram como queres, tens-me a mim para te completar XD I am very patient =) hehe

    Abr

    ResponderEliminar
  6. Miguel: Essa de tratares os rapazes como se fossem "as tuas namoradas" soa-me bem. (:
    Okay. LOL ;)

    ResponderEliminar
  7. que curso andas a tirar para teres tanta animosidade com as pessoas da tua turma?

    ResponderEliminar
  8. Na feira do livro, gosto sempre de dar uma espreitadela às bancas de livros em segunda-mão! Tenho descoberto várias pérolas e algumas raridades... E o melhor? Muitos a cinco euros! :):)

    Abraço!

    ResponderEliminar
  9. Wilson: Eu não tenho animosidade alguma em relação aos meus colegas; eu sou assim em variadas circunstâncias. Como deves calcular, o curso que estou a tirar não está relacionado - nem faria sentido - com uma suposta animosidade que teria pelos meus colegas. (:

    Blog Liker: Sim, vi preços desses, totalmente impraticáveis na generalidade das livrarias. (:
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Anualmente, faço a minha "peregrinação" á Feira do Livro e, na verdade, nunca compro lá nenhum livro. Mas adoro a sensação de estar rodeado de livros!
    Quanto ao R., já sabes! Sou um entusiasta e sou um torcedor férreo! Espero que o "calor" venha fazer evoluir essa relação!
    A atitude dele ao preferir ir contigo demonstra, pelo menos, que já tens alguém especial na tua vida! Podem não ser namorados ainda, mas pelo menos tens alguém que já gosta muito de ti!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  11. Ikki: Sim, eu sei que ele tem carinho por mim. São coisas que se sentem, não se explicam. (:
    Quanto à Feira, até achei interessante. ^^

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)