26 de janeiro de 2011

Nunca tão Longe...


A tua imagem e o que vivemos continua impresso na minha memória. Há um pedaço que nos pertence, que jamais algum tempo poderá dissipar. Apesar de nada ter dado certo, as experiências vividas são um pouco de ti e um pouco de mim que se misturam naquele todo que é a eterna recordação dos bons momentos.
Nem todos os momentos foram bons, mas todos eles guardam algo de inesquecível, algo que faz parte da nossa história pessoal.
Todavia, tudo o que de bom vivemos suplanta as experiências infelizes. Guardo em mim as caminhadas pela praia, os gelados no Verão, as viagens de carro, as horas de estudo, o verde da relva, o azul do céu e as cores que nós imprimíamos nas nossas vidas.
O tempo, esse impiedoso e devastador, nada levará de mim. Não permitirei que me retire o teu melhor, as lembranças dos nossos momentos e o que de bom aconteceu entre nós.
É impossível não te comparar com outra pessoa. Eras tão especial, tão fantasticamente único na tua forma de ser. O teu olhar transmitia-me segurança, as tuas mãos um conforto seguro e as tuas palavras a eterna paz.
Nunca tão longe. Nunca te afastarás demasiado de mim. A cada momento, a esperança de que me tornes a amar renasce em mim. Sei que é ilusório, sei que é passado, mas não evito o que desejo. Ninguém é como tu, ninguém me conhece tão bem, ninguém me amou da mesma forma tão especial.
Tudo é um mero pedaço de ontem. Porém, um ontem que vive em mim.
Não, não te afastes demasiado. Mantém-te sempre por perto. Faz-me reviver o passado. Faz-me pedir por mais.
Não tão longe.
Nunca tão longe.

8 comentários:

  1. cá está, lol foi com um texto destes que eu vim parar ao teu blog e me encantei por ele. xD
    muito bonito, menino mark :D

    abc

    ResponderEliminar
  2. o menino Mark tem muito jeito para a escrita. Só gostava de saber se acabei de ler ficção... ou se estamos a recuperar memórias dadas como enterradas?

    ResponderEliminar
  3. Speedy, estamos a "recuperar memórias dadas como enterradas"...
    Às vezes penso na pessoa de quem gostei durante alguns anos...



    lots of love para os dois ^^

    ResponderEliminar
  4. "Tudo é um mero pedaço de ontem" - Lindo!
    Quando fores juiz os teus acordãos serão autênticas obras de arte!

    ResponderEliminar
  5. Coelhinho: LOL :)
    Muito Obrigado pelas tuas palavras. :)

    lots of love ^^

    ResponderEliminar
  6. Lindo *.*
    O teu vocabulário é maravilhoso e sabe tão ler o que escreves Mark.
    Gosto muito de vir aqui.

    ResponderEliminar
  7. Mark
    realmente tu escreves sempre bem, mas de vez em quando superas-te...
    Pedaços de magia!

    ResponderEliminar
  8. Oh, Pinguim, obrigado. :)

    És sempre um amor. :)

    lots of love ^^

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)