29 de maio de 2010

Um Pouco de Mim

Pensei em nós. Em tudo aquilo que deixámos por viver. Em todas as situações que não vivenciámos, nas risadas alegres que não demos e nos sonhos que escaparam como areia fina pelas nossas mãos. Pensei em nós como um todo e esse todo era muito mais do que alguma vez o real o foi. Era verdadeiro. É surpreendente como conseguimos preencher a matéria dos sonhos com o simples poder da nossa vontade.
Mas há coisas que o sonho não consegue tornar realidade. Não me traz a tua voz, o brilho dos teus olhos ou a alegria do teu sorriso. Falta sempre aquele pedaço de vontade e realidade que faz com que tudo seja possível. O sonho é poderoso, mas não passa de um conjunto de imagens sem cor, vida ou brilho. Caí em mim. Apercebi-me da verdade. Não estás aqui.
Dava um pouquinho de mim para que fosse tudo mais verdadeiro. Só um pouco mais verdadeiro. Dava um pouco de mim para viver o que deixámos por viver, para vivenciar as situações que faltaram, para dar as risadas que não dei e para colocar novamente toda aquela areia nas nossas mãos. Dava um pouco de mim para que estivesses aqui, para que dissesses que tudo era como anteriormente. Dava um pouco de mim para que trouxesses de novo o pedaço de luz que levaste contigo. Dava ainda mais um pouco se pegasses na minha mão e tornasses os meus sonhos em realidade. Prova-me que estou enganado.
Dava um pouco de mim para te ver agora.
E a noite é longa e não te traz.
Dava tudo para que me amasses só mais uma vez.

5 comentários:

  1. Tenho acompanhado sem comentar uma série de postagens tuas sobre o amor e todas elas me parecem muito subjectivas e de alguma carência; sei que na tua idade a ansiedade por uma estabilidade sentimental é muito grande, mas podes estar certo que quando for o momento, o clique é automático e funciona simultâneamente.

    ResponderEliminar
  2. Quem sabe brincar com as palavras consegue de forma simples, tocar nos sentimentos mais escondidos...

    abraço;)

    ResponderEliminar
  3. Hum essa boquinha *.*
    bjs

    ResponderEliminar
  4. "Dava um pouco de mim para te ver agora.
    E a noite é longa e não te traz.
    Dava tudo para que me amasses só mais uma vez"
    Que lindo*

    ResponderEliminar
  5. Estou sem palavras. Lindissimo. Escreves muito bem. Parabéns.

    ResponderEliminar

Um pouco da vossa magia... :)